TODOS PODEM MENOS EU!

Atualizado: 29 de Mai de 2019


“Não fala mais com os pobres!”, “Isso não é pro meu bolso!”, “Passei da idade pra isso!”. Tenho certeza que você já ouviu frases como essas, não é? Pois bem, eu mesmo já ouvi diversas pessoas, inclusive próximas a mim dizendo estas coisas.


Desde o nascimento, além do temperamento que desenvolvemos, as pessoas são fortemente influenciadas pelo meio em que vivem. Isso porque, como seres humanos somos expostos diariamente a situações positivas e negativas às quais respondemos com diferentes estímulos e que nem sempre irão corresponder à real situação presente.


Imagine a seguinte situação de uma criança que não tem sua vocação inclinada aos esportes e tenta com todas as “suas forças” se tornar um jogador de futebol no ensino fundamental.


O que você acha que irá acontecer com essa criança, caso ela não vença o campeonato em sua escola ou até mesmo, embora sua persistência em se tornar um grande e famoso jogador de futebol, ela não obtenha os resultados mínimos desejados para o exercício desta habilidade?


Com certeza, ela irá se frustrar além de passar a acreditar que não é apta a nenhum outro tipo de atividade física, pois se somente ela não consegue obter resultados nesta área, não haveria razão para despender esforços em outra do mesmo gênero, certo?


A história acima, acreditem, é real! E essa criança sou eu, que no 4º ano do ensino fundamental passei por duas escolinhas de futebol e meu time perdeu o campeonato estadual por 7x1! (o time adversário não era alemão! rs).


Tirando essa triste episódio de lado, durante muito tempo pensei que não fosse capaz de praticar outro esporte ou outra atividade e, pelo fato de não ter todo sucesso no futebol, acabei acreditando que as coisas seriam difíceis pra mim, criando em meu subconsciente o que chamamos de crença central limitante.


Crenças como essas são originadas por pensamentos, interpretações e até condutas que tomamos como verdadeiros em qualquer momento da vida e que nos impedem de nos tornar pessoas melhores!


Quando eu tomei a decisão de descobrir quem eu sou, como penso e quais são as minhas principais habilidades me tornei a minha melhor versão!


" Lembre-se disso: O estado atual de uma pessoa não define o seu estado desejado, você pode ser uma pessoa muito diferente do que é hoje! "

Através do autoconhecimento e reflexão sobre os seus pontos fortes e os que podem ser melhorados, você conquistará os seus sonhos!


Até breve,


Weber.

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo