EU NÃO SEI FALAR!




Por acaso, em algum momento de sua vida, diante de alguém ou de um grupo de pessoas você já teve “um branco” sobre o assunto que ia dizer, sem saber o que de fato deveria falar ou até mesmo de “suar frio” só em pensar que teria que falar algo?


Brincadeiras à parte, a verdade é que há um grande número de pessoas que têm medo de falar em público.

Em 2015, um estudo realizado pelo jornal britânico Sunday Times, em que foram ouvidas 3 mil pessoas no Reino Unido, indicou que o “receio de falar em público” é o maior medo de 41% dos entrevistados.


Eu mesmo já tive muito medo de apresentações e de falar em público. Meu medo era tanto que as pessoas com as quais converso bem hoje acharam que eu era mudo, pois além de não falar com elas, eu não expressava minhas emoções. Era como um “livro fechado”!


Certa vez, um amigo me pediu para que eu falasse a um grupo pequeno de pessoas sobre determinado assunto e foi um grande desafio! Após a primeira reunião, decidi ser “eu mesmo” e tentei ser o mais empático possível trazendo fatos sobre os quais eu tinha vivido. E o resultado? Todos entenderam o que eu falei e se sentiram muito à vontade em me ouvir!


Claro que apenas utilizar de empatia não resolverá o medo em falar em público, mas é o primeiro passo. O que me tirou do grupo de pessoas tementes em falar em público foi querer aprender mais de mim mesmo.


"Através do autoconhecimento pude saber qual meu perfil de comportamento e quais habilidades maximizam meu potencial!"

Na verdade, eu sempre gostei de falar com pessoas, desde a infância, mas por desconhecer minhas áreas de paixão e meus pontos fortes deixei de desenvolver minha oratória, acreditando que falar em público podia me deixar vulnerável às pessoas.


Aconselho a você leitor, que utilize a ferramenta do Autoconhecimento para que possa descobrir quais são suas características e habilidades a ponto de também revelar seu potencial!


Até breve,


Weber.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo